Categorias
Notícias

Registros de homicídios e roubos caem mais de 50% no mês de abril no Pará

O Governo do Pará, por meio da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), apresentou, nesta quinta-feira (14), os índices de criminalidade no mês de abril de 2020 e destaca a redução de 54% no número de homicídios registrados no Estado, no período de 1 a 30 de abril, em comparação com o mesmo período de 2018. Já em relação ao comparativo com 2019 esse índice apresenta 26% de redução. A diminuição dos índices representa a preservação de 209 vidas no comparativo dos meses de março de 2018 e 2020 e 63 vidas em comparação a março de 2019 e 2020, tendo sido registrado em cada ano 390, 244 e 181 homicídios respectivamente. Em decorrência da pandemia, esse mês a apresentação dos dados não ocorrerá por meio de coletiva de imprensa.

Para o secretário de segurança pública e defesa social do Pará, Ualame Machado, os dados positivos refletem a integração e a continuidade do trabalho que teve início em 2019.

“Finalizando o balanço do mês de abril de 2020, os órgãos de segurança continuam atuando de forma muito firme e integrada como vínhamos fazendo nos meses anteriores. Portanto essa redução, também foi constatada em abril de 2020, sendo que nós estamos a 16 meses seguidos com queda na criminalidade violenta, letal e intencional, que envolve homicídio, latrocínio, lesão corporal seguida de morte, além dos crimes de roubo entre outros. Nosso trabalho integrado fez com que, mesmo tendo 20 unidades da federação com aumento da criminalidade violenta, o Pará esteja entre os sete estados que reduziram esses índices em patamares acima de 20% em todos as modalidades, com redução expressiva em relação a roubos”, avaliou.

Nos casos de roubos, no Pará houve redução de 65% se comparados os meses de abril dos anos de 2018 e 2020, e 54% no comparativo do mesmo período de 2019 e 2020. Com 5.712 casos registrados a menos no ano de 2020 em relação ao ano de 2018 e 3.694 casos a menos de 2019 para 2020. Os dados apontam o registro de 8.852 ocorrências em 2018 e 6.834 em 2019 e 3.140 em 2020. Abril de 2020 foi o mês com o menor número de registros de roubos, no Estado, ao comparar com o mês de abril e com todos os outros meses, desde o ano de 2010.

Os números de roubos a transeunte tiveram uma redução de 67% em todo o Pará no comparativo dos meses de abril dos anos de 2018 e 2020. Já na comparação, no mesmo período, de 2019 para 2020 a redução atingiu 57%. Em 2018 foram registrados 7.405 casos de roubo a transeunte, no mês de abril, 5.735 no mesmo período de 2019, e 2.450 em 2020. Uma redução de 4.955 de 2018 para 2020 e 3.285 de 2019 para 2020.

Já os dados de roubos a veículos apresentaram diminuição de 74% em abril de 2018 para 2020 (com menos 433 casos) e de 53% de 2019 para 2020 (com menos 173 casos). Foram computadas 587 ocorrências de roubos a veículos em abril de 2018; 327 ocorrências em 2019; e 154 em 2020.

Os roubos a coletivos tiveram redução de 95% (com menos 109 casos) em relação aos meses de abril de 2018 e 2020 e de 82% (com menos 28 casos) no comparativo dos meses de abril de 2019 e 2020. Foram registradas 115, 34 e 6 ocorrências de roubo a coletivos nos três anos, respectivamente.

Mais números – Os Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), que englobam os crimes de homicídio, latrocínio e lesão corporal seguido de morte, demonstraram uma queda de 54% nos índices registrados comparados os meses de abril dos anos de 2018 e 2020, com menos 225 ocorrências. Já na comparação 2019 e 2020, no mesmo período, a queda foi de 27%, com menos 71 casos. Foram registrados nos meses de abril de 2018, 2019 e 2020, respectivamente, 414, 260 e 189 ocorrências de CVLI. Abril de 2020 foi o mês com o menor número de registros de CVLI, no Estado, ao comparar com o mês de abril e com todos os outros meses, desde o ano de 2010.

Região Metropolitana de Belém

A redução dos registros de homicídios na Região Metropolitana de Belém, no período de 1º a 30 de abril, comparando os anos de 2018 e 2020, foi de 79%. Já comparados 2019 com 2020 a redução foi de 29%. Em 2018 e 2019, o número de homicídios totalizou 192 e 58, já em 2020, 41 casos foram registrados. Os índices apontam 151 vidas preservadas em abril de 2018 comparando a janeiro de 2020 e 17 vidas preservadas no comparativo dos meses de abril de 2019 e 2020.

Nos casos de roubos, na RMB, ao comparar os anos de 2018 e 2020, foi alcançada redução de 70% e em relação ao ano de 2019 foi registrado o índice de 61% de redução, com 5.446 casos registros em 2018, 4.115, em 2019 e 1.613 em 2020, o que resultou em 3.833 roubos a menos em março dos anos de 2018 e 2020 e 2.502 roubos a menos, no mesmo período de 2019 e 2020.

Criminalidade no período da covid-19 (18 de março a 13 de maio)

A violência doméstica registrou redução de 42% no Estado comparando os anos de 2019 e 2020, no período de 18 de março a 13 de maio. Isso representa 1.079 casos a menos, tendo sido computado 2.546 ocorrências no ano de 2019 e 1.467 no ano de 2020. Na Região Metropolitana de Belém a queda foi de 58%, com 601 casos a menos, no comparativo dos anos de 2019 e 2020, com 1.042  ocorrências em 2019 e 441 no ano de 2020. No interior do Estado a redução foi de 32%, com 478 casos a menos, sendo 1.504 casos em 2019 e 1.026 no ano de 2020.

O crime de estupro de crianças e adolescentes, de 18 de março a 13 de maio, reduziu 59% no Estado, com 228 casos a menos no comparativo dos anos de 2019 e 2020. Foram registrados 389 ocorrências no ano de 2019 e 161 no ano de 2020. Na RMB a queda foi de 75% no crime de estupro de crianças e adolescentes, no mesmo período, contabilizando 63 ocorrências a menos neste ano em relação ao ano passado. Tendo sido registrado 84 casos no ano de 2019 e 21 casos no ano de 2020. Já o interior do Estado registrou 54% de redução, com 165 casos a menos. No ano de 2019 foram 305 ocorrências, enquanto que em 2020 foram 140 casos.

“Em que pese a pandemia que estamos vivendo, o foco da Segurança Pública além do cumprimento do decreto para que se estabeleça o lockdown e o isolamento social, nós não deixamos de forma alguma de atuar no combate a criminalidade, tanto que os números refletem isso. O nosso mês de abril foi o melhor de toda a linha histórica que se tem registro na Segup, desde janeiro de 2010, quanto aos crimes violentos letais intencionais analisando mês a mês, o que demonstra a integração e assertiva nas coordenações das operações realizadas, mesmo em momento de crise. É possível que alguns entendam que com a crise seria natural a redução na criminalidade, já que as pessoas estão mais em casa, porém 20 estados da federação, nos dois primeiros meses de 2020, e muitos outros em março e abril, apresentam aumentos, alguns até significativos, na criminalidade, enquanto o Pará apresenta uma forte queda, mesmo comparado a 2019, um ano em que já tivemos uma redução acentuada em relação a 2018”, finalizou o titular da segurança pública o Pará.

Por Horóscopo

http://signos.portalcanaa.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *